Fale com nosso especialista

lorem ipsum

Lorem Ipsum

“Neque porro quisquam est qui dolorem ipsum quia dolor sit amet, consectetur, adipisci velit…”

“Não há ninguém que ame a dor por si só, que a busque e queira tê-la, simplesmente por ser dor…”

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nulla eu arcu ex. Pellentesque vitae mi quis odio rhoncus scelerisque nec sed ante. Aliquam blandit est at scelerisque eleifend. Mauris sed neque pretium, dictum quam sit amet, auctor augue. Nulla facilisi. Cras sed dolor convallis, pulvinar elit ut, vehicula ipsum. Quisque quis quam erat. Quisque lacus libero, facilisis in accumsan non, suscipit in orci. Aenean eget maximus diam, ultrices sollicitudin leo. Vivamus condimentum lorem non eros auctor, ut vulputate arcu pellentesque. Etiam molestie condimentum tellus non hendrerit. Aenean semper tempus velit, quis luctus felis fringilla at. Vestibulum euismod, diam in fringilla dignissim, lacus sapien ornare felis, quis luctus justo nunc sed tellus. Integer aliquet, erat ac pulvinar aliquam, dolor nulla venenatis quam, id efficitur arcu justo id sem. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Fusce placerat magna enim, ut eleifend turpis aliquam ut. Integer et tempor quam. Cras consequat tincidunt molestie. Vivamus luctus justo in tincidunt finibus. Praesent faucibus lorem et consequat vehicula. Fusce non erat nisl. Cras vestibulum nisl id arcu sagittis, non vulputate enim aliquet. Sed sed consequat nisi. Nulla hendrerit metus nunc, ac congue lectus commodo eget. Vestibulum in faucibus urna. Nam tristique magna nibh, in tincidunt mauris vulputate non. Mauris consectetur velit a convallis pulvinar. Nulla ornare finibus porta. Vestibulum erat est, molestie vitae odio vitae, elementum porttitor nisl. Sed tincidunt nunc non magna auctor, et tristique purus suscipit. Cras in bibendum turpis. Donec sit amet dictum quam. Proin ac ligula a justo posuere pharetra eu ac lorem. Aliquam erat volutpat. Vestibulum et odio commodo, cursus lectus vitae, sagittis libero. Pellentesque lobortis lacus dui, quis viverra sem fringilla et. Nullam faucibus tempus enim id tempor. Suspendisse posuere libero vitae tellus euismod aliquet. In massa augue, lacinia in eros non, bibendum ullamcorper eros. Pellentesque sed ultrices massa. Donec et neque sed felis tristique ultrices. Aenean et ligula a nisl laoreet vulputate at sit amet erat. Fusce id nunc ut sem sodales malesuada. Duis eget ante urna. Duis id dignissim quam, vitae imperdiet lacus. Praesent vitae turpis urna. Quisque ornare, nisl ut porta interdum, arcu magna feugiat quam, ac rutrum enim turpis nec quam. Fusce quis interdum lectus. Pellentesque rhoncus convallis nibh, id mollis magna. Nam sagittis velit eget malesuada bibendum. Maecenas luctus suscipit felis nec aliquet. Nam vestibulum, nunc eu molestie interdum, sem diam venenatis lectus, eu bibendum elit erat a ante. Interdum et malesuada fames ac ante ipsum primis in faucibus. Morbi consequat ullamcorper finibus. Cras dignissim sapien non ligula convallis porta. Nullam tincidunt metus non diam dapibus, in finibus nibh condimentum. Quisque sit amet hendrerit nisl.
Foram gerados 5 parágrafos, 437 palavras e 2951 bytes de Lorem Ipsum

I am text block. Click edit button to change this text. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Navigation

Newsletter

© 2018 All rights reserved​

Made with ❤ with Elementor​

Prefeitura atualiza base de cálculo do IPTU

A Prefeitura de Piracicaba (SP) publicou em Diário Oficial um decreto que reajusta em 8,47% o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) dos imóveis da cidade para 2023. O aumento também vale para o Imposto Sobre Transmissão Inter Vivos, a qualquer título, por Ato Oneroso, de Bens Imóveis e de Direitos Reais sobre Eles (ITB).

No caso do IPTU, o reajuste ocorre no valor venal, que é a base de cálculo para o lançamento do imposto. De acordo com o decreto, os novos valores entram em vigor a partir de 1º de janeiro 2023.

O documento justifica que a alta é baseada na variação acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ocorrida entre dezembro de 2021 e novembro de 2022, que foi de 5,97%, e, também, em uma lei municipal de 2017 que estabeleceu um acréscimo de 2,5% nos reajustes deste tipo até 2023. Nos carnês de 2022, o reajuste do IPTU foi de 13,46%.

Já os demais tributos, segundo o documento, terão reajuste de 5,97%, com base no INPC. São eles:

  • Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN);

  • Taxas do poder de polícia administrativa (licença para localização, funcionamento em horário normal e especial, comércio eventual ou ambulante, publicidade, ocupação de solo nas vias e logradouros públicos, vistoria sanitária e serviços sanitários diversos);

  • Taxa de capinação;

  • Taxas de serviços públicos;

  • Preços públicos;

  • Aluguéis e arrendamentos;

  • Contribuição de melhoria.

Outro decreto concede desconto de 5% sobre o valor do IPTU e Contribuições de Melhoria caso o contribuinte realize o pagamento à vista.

Fonte: G1 Piracicaba

Dicas para aprovação de financiamento de imóveis

8 dicas para aprovação de financiamento de imóveis

Adquirir bens de grande valor — como um imóvel — é um grande desafio para o brasileiro, que sofre com salários e custo de vida. A solução muitas vezes é partir para um financiamento. Neste artigo, vamos apresentar a você algumas dicas para aprovação de financiamento. Preparado?

Um dos grandes fantasmas dos financiamentos é a aprovação — um processo altamente burocrático, rigoroso e que destrincha a vida financeira do cidadão à procura de qualquer evidência que possa classificá-lo como potencial inadimplente.

Neste artigo, vamos entender melhor como funciona o financiamento de imóveis e mostrar algumas dicas muito importantes para você que quer ter seu financiamento aprovado sem grandes problemas.

 

Como funciona o financiamento de imóveis?

Em termos gerais, o financiamento de imóveis — e de qualquer outro bem ou serviço — é nada mais do que uma compra parcelada. Quando não se tem os recursos para o pagamento à vista, o financiamento surge como uma boa opção.

Na maioria dos casos há um valor de entrada, em torno de 20% do valor total do imóvel. O saldo devedor restante é dividido em parcelas pagas todos os meses, durante um determinado número de anos.

A construtora ou o proprietário do imóvel recebe o dinheiro à vista, pago pela instituição financiadora, que é quem receberá sua entrada e o pagamento das parcelas, corrigidas por uma política de juros.

 

O que é a aprovação do financiamento?

Como já dissemos, operações para financiar um imóvel possuem valor alto, que requerem um procedimento de análise de crédito segura — um estudo que indica a probabilidade de que você honrará com seus débitos.

Trata-se de um procedimento feito pela própria instituição financeira que concederá o financiamento, que conta com análises minuciosas da vida financeira e profissional do pretendente ao benefício.

Entre os principais parâmetros de análise estão os ganhos mensais, movimentação bancária, vínculo empregatício e situação do “nome na praça” — ou seja, se não há nenhuma dívida correndo.

O resultado dessa análise é a aprovação de um crédito que pode ser ou não suficiente para cobrir o valor do imóvel, ou pelo menos o valor restante a ser pago após a entrada pretendida.

 

Dicas para aprovação do financiamento imobiliário

A aprovação de financiamento imobiliário é algo muito almejado por muitas pessoas que querem conquistar aquela casa ou apartamento para chamar de seu. Por isso, as oito dicas que trouxemos são bastante úteis. Aproveite bem!

 

1 – Verificar o seu Score de Crédito pelo CPF

Como vai o seu crédito na praça? Está com o nome limpo? Verificar essa informação com seu CPF é fundamental para saber se existe alguma dívida atrasada em seu nome, que é um fator que impede a aprovação de um financiamento imobiliário.

Isso porque, no fim das contas, a instituição financeira certamente fará uma consulta de score de crédito, que indicará a pontuação do seu CPF para uma possível concessão de crédito. Então, é importante cuidar para manter seu score sempre positivo!

2 – Faça parte do Cadastro Positivo

Cadastro Positivo é o completo inverso do índice de “mau pagador” a que estamos acostumados. Com o Cadastro Positivo, são analisadas as boas práticas, como todas as contas que você tem que são pagas em dia.

Abrir e manter um cadastro desse tipo ajuda a atestar que você é um bom tomador e pagador de dívidas, estando sempre em dia com seus boletos!

3 – Abra conta no banco que intermediará o financiamento

Nesse universo, relacionamento é tudo — inclusive com as instituições financeiras que farão o seu financiamento. Ter uma conta aberta no banco em questão é uma boa forma de estabelecer esse vínculo e facilitar a aprovação de financiamentos.

Com essa relação já estabelecida, o banco já conhece você e sabe como é a sua vida financeira, o que ajuda muito em todo esse processo.

4 – Movimente sua conta bancária

Só ter uma conta no banco em que você pleiteia um financiamento não é suficiente: é preciso movimentar a conta!

Por isso, programe seus ganhos para serem depositados todos na conta em questão: salário fixo, pagamentos de serviços prestados como autônomo, recebíveis e todo dinheiro que você receber — vale até a grana da pizza do final de semana!

 5 – Reúna todos os documentos

Prepare-se para a burocracia e comece já a juntar os documentos para a solicitação e proposta de financiamento. A lista pode variar de banco para banco, mas alguns são sempre pedidos, como:

  • RG e CPF
  • Carteira de Trabalho
  • Comprovante de Residência
  • Certidão de Casamento ou União Estável
  • Holerites e/ou outros comprovantes de renda
  • Extratos bancários
  • Declaração de Imposto de Renda
 

O banco poderá solicitar outros documentos, a depender do andamento do processo de aprovação. Esteja preparado para essa possibilidade e mantenha à mão todos os documentos que conseguir.

6 – Regularize a situação da sua empresa

Se você é empresário, é preciso regularizar a situação da sua empresa. É bom verificar, por exemplo, a situação dela na Receita Federal, se há ações ou dívidas em cobrança etc. No caso de empresários informais, é bastante importante partir para a formalidade, abrindo uma empresa — ainda que como MEI (Microempreendedor Individual).

Com sua atividade regularizada, a análise de crédito do CNPJ para a liberação de crédito por meio das instituições fica bem mais fácil.

7 – Utilize simuladores de financiamento imobiliário

Existem muitas ferramentas na internet para simulação de diversas operações financeiras, incluindo financiamento de imóveis. Um dos mais famosos e utilizados é o simulador da Caixa.

Com um simulador é possível ter uma ideia geral de todos os valores envolvidos na operação, como valor de entrada, das parcelas, os encargos envolvidos e as taxas de juros efetivas que você terá que pagar.

8 – Compare sempre!

Antes mesmo de abrir a conta no seu banco de preferência, faça uma boa pesquisa entre todas as instituições financeiras que oferecem financiamento imobiliário entre seus serviços.

A Caixa costuma oferecer as melhores condições, principalmente por conta do programa social Casa Verde e Amarela, mas tivemos nos últimos meses alguns casos de bancos com taxas muito competitivas. Fique sempre de olho!

Esperamos que você consiga realizar o seu sonho por meio de um financiamento imobiliário aprovado com louvor e bem planejado! Agora, que tal compartilhar todas essas dicas e esse conhecimento com seus contatos?

plugins premium WordPress